Se você já olhou para baixo e viu um flop baixo e não sabia muito bem como proceder, este artigo é para você!

Hoje vamos nos concentrar em como jogar em boards baixos fora de posição depois de aumentar antes do flop. Este pode ser um ponto intimidante, porque a relação stack-to-pot é alta (tornando mais difícil jogar fora de posição) e é fácil cometer um erro.

Nosso objetivo hoje é fazer com que essa situação pareça menos intimidante. Vamos começar!

Estratégia geral em boards baixos fora de posição

Vamos cobrir as três situações mais comuns em que você se encontrará como o agressor pré-flop fora de posição :

  1. Escolhendo quais mãos apostar.
  2. Jogando contra um bet vs missed cbet (em outras palavras, quando você checa e enfrenta uma aposta no flop).
  3. Jogando no turndepois de a ação rodar em check no flop.

range de cada jogador é o fator mais importante a se considerar nessas situações. Há muitas maneiras diferentes de abordar a defesa pré-flop.  Alguns jogadores defendem pre-flop com ranges mais amplos, outros defendem com ranges mais curtos, variando do perfil dos adversários que estão na esquerda, os stack sizes, o tamanho do raise pré-flop, etc. Essas mudanças no range do jogador em posição mudarão drasticamente a aparência da estratégia ótima para o jogador fora de posição.

Estrategia de ataque

De modo geral, o agressor pré-flop deve checar a maior parte de seu range em flops médios~baixos porque ele está fora de posição com uma desvantagem de range . Esta desvantagem de range existe porque o raiser pré-flop terá muito mais mãos altas com cartas altas em relação ao range dele do que o defensor pré-flop em posição, logo o defensor se conectou mais com o board e se nós apostarmos as mãos que são fortes (over pairs e trincas), quando pedirmos check estaremos com um range muito vulnerável, por isso é prudente jogar de check numa frequência alta.

O range de ataque do preflop raiser deve consistir em mãos que podem apostar 3 streets por valor (como top pair top kicker ou melhor) e mãos que possuem draw ou backdoor draw. Ele não deve apostar toda vez com todas as mãos que atendem a esse critério, como veremos na próxima seção, pois – como dito acima – ele ficará vulnerável.

Enfrentando um bet vs missed c-bet

Quando o raiser pré-flop da check e é confrontado com uma bet, ele precisará defender majoritariamente de check-cal, com alguns check-raises e pouquíssimos check-folds, dependendo do tamanho da aposta. Se o raiser pré-flop não defender agressivamente assim, o jogador em posição pode apostar com todo seu range de forma lucrativa.

A parte de check-raise é especialmente importante. Se o raiser pré-flop não der check- raise agressivamente o suficiente, o jogador em posição pode apostar pequeno em todo o seu range e conseguir realizar toda a sua equidade por um preço muito barato (uma vez que poderá dar check muitas vezes no turn).

A essa altura você provavelmente está começando a entender por que é tão difícil jogar esse spot perfeitamente: precisamos trabalhar mãos fortes e semi-blefes nas nossas apostas e nos ranges de verificação.

Moldando a estratégia de c-betar atrasado (delayed cbet)

As mãos com as quais o raiser pré-flop deve atrasar a c-bet dependem da forma como ele se configurou a c-bet no flop. Ele geralmente quer checar novamente com mãos altas (ace highs com valor de showdown), tentando chegar ao showdown com elas.

Ele também deve reduzir seus requerimentos para apostas de valor agora seu oponente mostrou fraqueza e blefar com quaisquer semi-blefes que ele incluiu em seu range de check flop. Se o seu range não contiver alguns semi-blefes, você terá que ser criativo e blefar com mãos do tipo Q-high ou K-high. Isto é, se você checka e seu adversário também dá check significa que ele – geralmente – está capado, não tem overpairs, trincas e top pairs fortes, logo você poderá começar a apostar por valor seu range médio (top pair fracos, pares médios, etc.).

Agora que estamos discutindo a estratégia geral, vamos mergulhar em um exemplo para ver como nós construímos nossa estratégia. Como em todas as situações no poker, existem muitas maneiras de construir uma estratégia vencedora – a seguinte é apenas uma delas.

Exemplo de board baixo

Vamos analisar uma mão de posição intermediária vs botão.

Online $0.25/$0.50. 6-Handed. Stack efetivo $50.

É dado duas cartas para João que esta em posição intermediaria
UTG folds. Hero raises to $1.25. CO folds. BU calls. 2 folds.

UTG folda. João aumenta para $1,25. CO folda. BU da call. 2 foldam.

Flop ($17.50): 8 3♠ 2
João…?

Usaremos os gráficos pré-flop no Upswing Lab para estimar o range de cada jogador para este spot. Aqui está o nosso range a partir da posição intermediaria ao lado do range de cold call do botão versus um raise na posição intermediaria:

Vermelho: Raise | Azul: fora do range | Verde: call

É assim que podemos construir nosso range de c-bet :

  • 99-QQ e A8s por valor
  • Todas as duas cartas acima do board, piores que K-high, 65s e 76s com backdoor flush como semibluffs.

Vamos dissecar esse range um pouco com algumas perguntas e respostas.

Porque apostamos com 99-QQ e não com 99-AA?

Nessa situação QQ e AA ganham da mesma quantida de mãos, porém AA não precisa de proteção contra nenhuma overcard. Logo, quando pedimos mesa manteremos nosso range de check protegido.

Por que não betamos nossos K-highs com overcards?

K-high ainda tem valor de showdown e não se importa em dar uma free-card. Além disso nós podemos usá-los como check-raises se enfrentarmos uma c-bet, o que estará balanceando nosso range de check-raise por valor.

Por que nós jogamos de check todos nossos A-highs?

Pois temos um imenso valor de showdown, comparado aos airs do adversário e, portanto, podemos jogar de check-call tranquilamente com, contra a maioria dos bet sizes.

Se checkarmos e enfretarmos uma aposta nós poderíamos:

  • Dar check-call com todos os pares e ace-highs que tem backdoor flush
  • Check-raise com AA, KK, 88, 33 e 22 por valor.
  • Check-raise com A5s e a5s e K highs que tenham backdoor flushdraws como semi-blefes.

Digo isso somente para mostra que há diversas maneiras de você articular seu range de forma agressiva e lógica jogando fora de posição num board que acerta pouco seu range de open.

Em termos de delayed cbet variará muito da carta que bater no turn. Você terá que analisar caso por caso. Somente mantenha em mente que o range de check do seu adversário geralmente é fraco e você provavelmente poderá ataca-lo com muitos blefes.

Pensamentos finais

Espero que agora você tenha uma ideia geral de como proteger sua estratégia de cbet e check no flop e como atacar um dos maiores desvios do field atualmente: ter um range de check-back totalmente frágil.

Boa sorte nas mesas!

 

Artigo escrito por Dan B. pra a Upswing, em 17 de maio de 2019.

Traduzido e adaptado por Luigi Soncin, para a ROYALpag.