O QUE É ICM?

ICM significa “Independent Chip Model”. É um modelo que nos permite atribuir um valor em dinheiro real a uma pilha de fichas de torneio. O modelo usa exclusivamente os prêmios e quantidade de ficha como as duas variáveis para calcular. Isso é um pouco limitado, mas discutiremos isso em detalhes mais adiante.

O jogador de torneio high stakes Nick Petrangelo vê ICM diferente da maioria de jogadores de torneio.

Nick mostra sua visão no curso ICM unmasked. Aquí esta uma frase da introducao do video:

Eu vejo que as pessoas ficaram realmente empolgadas com o conceito de ICM e estao sendo muito rígidas … mas acho que certamente há mais pontos contrários do que favoraveis para moldar sua estratégia levando em conta somente o ICM.

O que eu quero passar para você nesta série é como é importante adaptar-se às estratégias de seus oponentes e entender as condições em que você está jogando.

Faça o seu melhor trabalho de ser um bom jogador de jogos de estratégia em vez de ser um bom estudioso deste modelo.

Em outras palavras, Nicky P recomenda considerar todos os fatores importantes – alguns dos quais são negligenciados pelo ICM – nessas situações dinâmicas. Esta é uma saída notável de como alguns jogadores pensam em ajustar sua estratégia quando jogam por uma premiação e não apenas fichas.

Isso não quer dizer que o ICM é inútil. Vamos dar uma olhada nos “profissionais” do modelo de acordo com Nick.

O que o ICM acerta

Para os iniciantes, o ICM é o melhor modelo que temos e pode ser útil desde que entendamos suas limitações. Atualmente não há modelos alternativos melhores.

O ICM tem dois casos de uso principais:

Em primeiro lugar, é ótimo para atribuir valores ao seu stack de fichas, de modo que os deals possam ser feitos nas mesas finais. Calcular o valor em dólar do stack de torneios é difícil, por isso é útil ter uma ferramenta para ajudar nesse processo.

A segunda maior aplicação dos casos de ICM é ofrecer aos jugadores uma estratégia sólida. Nós geralmente saberemos se devemos jogar mais tights ou mais looses em determinada situação, porém é difícil saber com precisão e nesse caso o ICM entra com uma boa contribuição: ele tras precisão à tomada de decisão.

Vejamos um exemplo:

Suponha que exista a seguinte estructura de premiação em um grande torneio online:

1st – 15%
2nd – 11%
3rd – 8%

… e que os stacks estejam organizados da seguinte forma:

  • O small blind tem 40 blinds
  • O Big tem 25 blinds
  • E o botão tem 5 blinds

Supondo que o botão desista e o small blind dê all-in sobre o big blind, com que range o big blind poderia pagar nessa situação?

Primeiro, respire um segundo e visualize mentalmente o range de call do big blind e então veja a solução na próxima simulação.

Nesse cálculo estimos que o small blind dê all-in com este range:

Esse range inclui 37% das mãos. Note que é um range de shove relativamente tight. Na teoría (e na prática para os jugadores mais agressivos) o small blind poderia dar all-in com quaisquer duas cartas de forma lucrativa, assumindo que o big blind tenha um range apropiado de call.

Contra tal range de 37% esse é o range de call do big blind: TT+!

Tanto AKs quanto 99 são calls que perdem dinheiro, mesmo que eles tem 67 e 65% de equidade respectivamente contra o range de push. TT é um call marginal, ganando apenas 0,02% do premio total.

Agora, nós podemos ter uma base com a qual podemos ajustar nossa estratégia. Nós podemos usar esse conhecimento para estimar otras situações de all-in que são de certa forma similares.

É importante notar que, a pesar de o ICM ter suas limitações, ganhar familiaridade com as suas soluções é importantíssimo para que saiba onde, quando e para onde desviar sua estratégia.

O que falta no ICM

Infelizmente o ICM tem varias coisas equivocadas

ICM é um modelo muito rígido usado em uma situação extremamente dinámica. O modelo é limitado , o que não é uma surpresa considerando que foi originalmente criado para uma corrida de cavalos.

A grande questao que o ICM ignora são fatores estratégicos importantes, como:

  • Qual é sua vantagem de habilidade? Se você tem uma grande vantagem sobre seus adversarios, por exemplo, você debería jogar mais tight em potes grandes e marginais. Se sua mesa é super difício, entretanto, você deveria engatar em situações marginais (com risco alto) que tem grandes recompensas.
  • Qual é a estratégia dos seus adversarios? Se você considerar que existem 2 stacks grandes na mesa final e eles estão constantemente se matando e batalhando entre si, você provavelmente gostarai de ficar muito mais tight, mesmo como short stack pois ganhará mais dinheiro foldando do que pagando ou aumentando.
  • Como seus adversarios percebem você? Se seus adversarios acreditam que você é super tight, você deveria capitalizar sobre a percepção deles roubando muitos potes enquanto evita grandes riscos.

Dessa forma, não podemos usar o modelo para ajustar a esses três fatores. Portanto, precisamos usar a lógica dentro do jogo para determinar os ajustes mais apropriados para cada situação.

Outra limitação é que o ICM asume que o torneio acaba em uma única mão e portanto não leva em consideração o valor esperado de situações futuras. Isto é, as veces vale a pena correr um grande risco quanto tal risco aumentará substancialmente a sua probabilidade de vencer o torneio.

Por exemplo, se dobrar em uma situação marginal te deixará chip leader do torneio, talvez valha a pena pegar tal spot e usar a vantagem de fichas para presionar seus adversarios e capitalizar sobrea fold equity natural que um ambiente de ICM proporciona sobre os stacks menores.

No geral, portanto, as ferramentas de ICM são passivas pela limitação de análise do “future game”.

Por fim, o ICM ignora as poisções das blinds, o que é realmente importante quando se está jogando big blind ante, já que você ganhará uma órbita livre após ser o small blind. 

Pensamentos finais

Nick vê o ICM como uma versão ruim do pensamento estratégico puro. Ao invés de seguir cegamente o ICM, nís precisamos ser muito mais dinámicos com nossa estratégia baseando nossas decisões nas informações específicas de cada situação.

Entretanto, apesar de suas limitações, o ICM tem seu valor. É importante ter um entendimento de como o equilibrio funciona em certas situações e para isso é essencial está pronto para se ajustar. Afinal, não faz sentido ser um robô programado por ICM!

 

Artigo escrito por Curtis Knight em 18 de Junho de 2019 para a Upswing

Traduzido e adaptado por Luigi Soncin, para a ROYALpag.